Freqüência Absoluta


A estatística é uma ciência que possibilita a análise de cenários a partir de dados quantitativos e qualitativos de uma amostra populacional significativa. Através da estatística a sua professora de matemática pode, por exemplo, saber qual a nota média dos alunos do terceiro ano do ensino médio, da escola onde você estuda, nos últimos cinco anos.

Freqüência Absoluta

Para fazer esses cálculos é possível considerar a quantidade total de estudantes ou uma amostra que represente essa população. Ao analisar esse histórico, a professora poderá calcular também a probabilidade dessa nota média se repetir, nos próximos cinco anos.

A estatística realiza várias operações matemáticas, simples ou complexas, para responder as questões de uma determinada pesquisa. Por isso, a estatística pode ser aplicada a todas as áreas do conhecimento.

Um levantamento estatístico muito conhecido por todos é o censo demográfico, o qual possibilita, entre tantas informações, projetar o crescimento populacional nos próximos 10 anos. E, a partir dessas informações, os gestores públicos podem planejar, por exemplo, quantas escolas precisarão construir para atender a demanda de estudantes, na década seguinte.

O que é [frequência absoluta]?

Para saber a quantidade de notas 10 em uma classe de 40 alunos, nos dois primeiros bimestres do ano, a professora de matemática analisa a lista de alunos e suas respectivas notas. Assim, ela saberá quantas vezes a nota 10 aparece na tabela de resultados, ou seja, qual foi a frequência desse resultado, naquele período.

A [frequência absoluta] corresponde à quantidade de ocorrências de um mesmo resultado. Se no exemplo dado, 20 alunos alcançaram a nota 10, podemos dizer que a frequência absoluta desse levantamento estatístico foi 20 vezes.

Nesse cálculo é necessário definir:
Período avaliado: 1º quadrimestre de 2017
População estatística: 40 alunos do terceiro ano do ensino médio
Unidade estatística: cada aluno desta classe
Variável estatística: a quantidade de notas 10
Frequência absoluta: número de ocorrências da nota 10
Resultado da frequência absoluta: 20 alunos tiraram nota 10
Outro exemplo de frequência absoluta:

Nesta mesma classe, a professora de língua portuguesa pesquisou a quantidade de livros de literatura brasileira que os alunos leram, no ano anterior.

Período pesquisado: ano letivo de 2017
População estatística: 40 alunos do 3º ano do ensino médio
Variável estatística: número de livros lidos
Frequência absoluta: quantidade de livros lidos
Resultado frequência absoluta : 10 alunos (6 livros); 15 alunos (4 livros) e 15 alunos ( 2 livros)
Total de livros lidos: 150 (10 x6 15×4 15 x2)

Número de alunos Quantidade de livros lidos (Frequência absoluta)
10 6
15 4
15 2

Por que é importante conhecer a frequência absoluta?

De imediato, a frequência absoluta mostra a quantidade de ocorrências de um evento. A partir dessa informação podemos seguir adiante fazendo outros cálculos matemáticos para responder a questões de um levantamento estatístico como: Quais os percentuais de alunos que leram a maior e a menor quantidade de livros de autores nacionais? O que esses resultados representam, quando comparados à média de livros lidos, ao ano, no Brasil?

Porém, para fazer análises mais aprofundadas é necessário calcular outro tipo de frequência, a [frequência relativa]. Isto só é possível quando conhecemos a frequência absoluta. A frequência relativa corresponde ao percentual representado pela frequência absoluta dentro do universo pesquisado.

Considerando o exemplo anterior, podemos informar que 25% dos alunos daquela classe leram 6 livros de literatura brasileira, cada um deles, em 2017. Ou que 37,5% desses estudantes leram 4 livros, no período avaliado.

A frequência relativa, portanto, permite uma visualização melhor do cenário e análises comparativas com outros dados estatísticos como os resultados obtidos em outra classe da mesma escola ou com o perfil do leitor brasileiro, por exemplo.

E se a professora quiser saber qual o autor preferido dos alunos? Bem, primeiro ela terá que ampliar a tabela, incluindo os títulos dos livros e seus respectivos autores, lidos por aluno. Assim ela encontrará, além das frequências absoluta e relativa, outro dado importante.

A partir da frequência absoluta, é possível calcular outra informação importante para a estatística que é o evento com maior número de repetições. Este dado é denominado moda. Então temos que:
Moda = é o evento que se repete mais vezes.

Digamos que, ao relacionar os livros lidos por seus alunos, a professora encontrou a seguinte informação: o livro mais lido foi “Vidas Secas”, de Graciliano Ramos, escolhido por 35 alunos. Portanto, a moda, evento mais repetido, foi a leitura desse clássico da literatura brasileira.

Resumo:

O que você precisa saber para calcular a frequência absoluta:

Definir o objetivo do levantamento estatístico
Estabelecer a população estatística a ser pesquisada
Organizar os dados obtidos em uma tabela
Quantificar a frequência absoluta de cada evento analisado

Com essas informações você poderá calcular a frequência relativa e moda.

Estas informações ajudaram você a entender o que é frequência absoluta?

Compartilhe e leia outros artigos no blog!