Advérbios de Intensidade – “de mais” e “demais”


A língua portuguesa, apesar de ser um pouco difícil, possui uma vasta diversidade de palavras e classes de palavras, que permitem uma expressão de maneira completa, dando sentido, forma, intensidade e significado a cada locução.

Advérbios de Intensidade – “de mais” e “demais”

Entre estas classes de palavras, encontram-se os advérbios, que são palavras invariáveis, que não se flexionam, e que se juntam aos verbos, podendo modificá-los. Os advérbios ainda podem modificar alguns adjetivos, ou até mesmo outros advérbios, quando empregados em conjunto.

E é neste último tipo que se pode identificar os advérbios de intensidade, que são capazes de expressar e indicar a intensidade de uma ação, sentimento, ou qualquer outro ponto que esteja sendo dito na oração em que são utilizados.

Entre os principais advérbios de intensidade, se pode encontrar palavras que são bastante empregadas em falas cotidianas, durante o dia a dia, e que ajudam a compreender sua importância para a forma de se expressar. Destes, podemos destacar, por exemplo, os seguintes advérbios de intensidade: mais, menos, tão, quanto, pouco, muito, quão, tanto, bastante, excessivamente, entre outros.

Um deles, no entanto, pode causar uma confusão bastante comum para muitas pessoas, mesmo aquelas que possuem um maior conhecimento sobre a língua portuguesa, suas regras e a ortografia. Trata-se do advérbio de intensidade “demais”, que muitas vezes é confundido com a locução “de mais”.

Esta confusão se deve, especialmente à homofonia, ou seja, pelo som semelhante que as duas expressões possuem, dando assim margem às dúvidas frequentes no emprego de cada uma e em qual situação encaixá-las. Acompanhe, abaixo um pouco mais sobre o assunto.

Demais: advérbio de intensidade

Como citado anteriormente, a palavra “demais” é caracterizada como um advérbio de intensidade, uma vez que tem a função de explicitar esta intensidade em uma oração, demonstrando assim demasia.

De acordo com os principais dicionários da língua portuguesa, este advérbio de intensidade tem como principais significados explicitar excesso, expor uma sensação de um algo a ter acontecido de maneira muito forte, ou ainda ser referente a outras pessoas em uma oração.

Como exemplificação, o uso desse advérbio de intensidade em uma frase é a melhor forma de enxergar seu uso correto. Na frase “eles gritaram demais”, o advérbio está empregado de maneira a indicar o excesso na ação realizada. Desta forma, o advérbio de intensidade “demais” significa, nesta oração, em excesso.

Já na explanação do seu significado demonstrando uma ação com muita intensidade, ou seja, de maneira muito forte, este advérbio vem ligado a esta ação. Um bom exemplo pode ser encontrado na frase “a comida me agradou demais”, onde “demais” mostra um contentamento muito grande, sendo assim utilizado para expor a intensidade deste agrado, desta sensação.

Porém, “demais” ainda pode ser utilizado para indicar outras pessoas, com o sentido de “os outros”. Este exemplo é compreensível ao analisarmos a frase “os demais não puderam comparecer”, na qual “demais faz referência a outras pessoas, ou seja, os outros, aqueles que não estão aqui.

Assim, é possível entender a importância do uso correto deste advérbio de intensidade, que pode ser empregado de forma que sua presença em uma frase seja compreendida com a devida intensidade que se quer colocar em determinada ação.

Desta forma seu emprego em quaisquer orações será muito mais facilitado e com menos chances de confusão com a locução adjetiva “de mais”, fazendo com que seu uso correto seja muito mais garantido por qualquer pessoa em um determinado texto.

De mais: locução adjetiva

Diferente do que o som ou a grafia das duas expressões podem indicar, a expressão “de mais” não faz o mesmo papel do advérbio de intensidade “demais”, sendo a primeira uma locução adjetiva.

As locuções adjetivas são expressões curtas, formadas por duas palavras (em alguns casos mais de duas), que possuem um valor de adjetivo. Desta forma, as locuções adjetivas estão sempre acompanhadas por um substantivo, ao qual inserem alguma qualidade, ganhando assim a característica de adjetivo nesta formação da oração em que se encontram.

Desta maneira, a locução adjetiva “de mais” pode ser empregada em frases com o significado de a mais, tendo como seu oposto a expressão “de menos”. Para entender melhor, pode-se observar seu emprego em uma frase, como, por exemplo, “Ela deu comida de mais para o bebê”.

É importante ressaltar ainda que esta locução é formada por uma preposição e um advérbio (de mais), assim como outras locuções podem se formar. No entanto, esta não é a formação principal das locuções adjetivas, que são, em sua maioria, formadas por uma preposição e um substantivo.

Outra observação importante sobre as locuções adjetivas é que elas não são, em hipótese alguma, formadas por verbos, pois esta configuração faria com que se tornassem orações.

Assim, observadas estas diferenças é possível compreender de uma forma completa a correta utilização das expressões “demais” e “de mais”, fazendo com que as dúvidas sobre qual a expressão adequada para os diferentes tipos de orações.

Desta maneira, conhecendo suas diferenças, além de uma melhor utilização do advérbio de intensidade, é possível tornar as frases escritas muito mais claras, expondo aos leitores a intensidade adequada e o correto pensamento que está sendo passado a eles por meio desta oração escrita.