Emprego dos tempos Indicativo e Subjuntivo no estudo dos Verbos


Emprego dos tempos Indicativo

Os modos verbais retratam a posição do indivíduo perante a ação verbal. Eles são três: indicativo, subjuntivo e imperativo.

A expressão verbal contextualiza a ação no tempo, que é, basicamente, dividido em passado, presente e futuro. Os tempos verbais refletem essas três unidades temporais (passado, presente e futuro) e os seus desdobramentos: futuro do pretérito, pretérito mais que perfeito e pretérito imperfeito.

Modo indicativo

O modo indicativo é o mais comumente utilizado. Ele caracteriza a ação dentro da perspectiva da temporalidade, fixando de forma precisa a ação no tempo.

Exemplos:

– Eu estou em casa (presente do indicativo)

– Eu irei ao cinema semana que vem (futuro do presente do indicativo)

– Eu passeava naquele momento pela rua 15 (pretérito imperfeito do indicativo)

– Eu voltara ao colégio para a apresentação (pretérito mais que perfeito do indicativo)

– Eu retornaria sem resistência ao meu cárcere privado (futuro do pretérito do indicativo)

– Ela teria participado da peça como protagonista (futuro do pretérito composto do indicativo)

– Eu tenho visto coisas inacreditáveis (pretérito perfeito composto do indicativo)

– Nós tínhamos percebido o ardil (pretérito mais que perfeito composto do indicativo)

– Vós tereis completado o percurso antes das sete da manhã (futuro do pretérito composto do indicativo).

Modo subjuntivo

O modo subjuntivo sugere uma ação incerta, que não se realizou e pode não se realizar, estando relacionada a uma outra ação.

A característica do modo subjuntivo é a imprecisão e a dúvida acerca da ação.

Exemplos:

– Tomara que eu possa estar presente (presente do subjuntivo)

– Se eu tivesse certeza, sem dúvida que sim (pretérito imperfeito do subjuntivo)

– Enviarei um postal quando chegar a Paris (futuro do subjuntivo)

Modo Imperativo

O modo imperativo é aquele transmite uma ordem, faz um pedido ou uma exortação. O verbo exprime o que o transmissor deseja que outra pessoa faça.

– Traga-me vinho de boa safra!

– Não faça estardalhaço!

– Cumpra-se!