Eficácia ou eficiência?


Utilizar uma ou outra palavra acaba dependendo basicamente da competência linguística que temos, já que a semântica acaba sendo um fator principal que influenciará no setor positivo ou negativo de tal prática.

As palavras eficácia e eficiência são utilizadas em larga escala em nosso cotidiano e muitas pessoas, consideram ambos os termos como sendo sinônimos. Mas, na verdade, é que apesar de serem consideradas como tal, não existe na língua portuguesa sinônimos extremamente perfeitos, já que em geral acabam apresentando algumas diferenças quanto ao seu significado.

Quando utilizamos esses termos na administração, essas diferenças estão ficando cada vez mais acentuadas, fazendo referências às palavras em questão. Dessa maneira, o artigo tem como objetivo a abordagem que rondam esses termos, no sentido de promover aos indivíduos uma familiaridade maior com a semântica.

Eficácia

Para melhor entendimento dos significados, imagine que em seu ambiente de trabalho ou nas demais tarefas que têm que desempenhar no seu dia a dia, você tenha metas para cumprir. Caso você consiga cumpri-las em sua totalidade, isso acaba por significar que você foi uma pessoa eficaz, já que a eficácia resulta em executar alguma coisa que foi determinada previamente, em atingir o objetivo proposto. Apesar de ter desempenhado essa função com eficácia, será que você foi eficiente?

Na maioria dos casos, apesar de ter sido eficaz, de sua desenvoltura, pode ser que a tarefa que você tinha que realizar não tenha ficado tão perfeita. Um erro pequeno aqui, outro ali, e pronto, tudo pode ser arruinado. Um indivíduo eficaz acaba cumprindo todas as tarefas que foram designadas a ele sem que haja qualquer contratempo, seja ele relacionado ao tempo, financeiro, ou ligado a qualquer outro aspecto. Um indivíduo realmente eficiente acaba ultrapassando os limites daquele que se mostrou eficaz, executando suas tarefas sem falhas, na mais perfeita ordem.

Portanto, fica claro que existem diferenças entre essas palavras, ou seja, algumas horas podemos ser eficazes, mas não tanto eficientes. Em outras, podemos ser eficientes e eficazes ao mesmo tempo.

O real sentido dos termos

Ambas as palavras, eficiência e eficácia existem na nossa língua, e por isso estão corretas. Seus significados reais são bem parecidos e estão bem próximos, e por vezes, podem ser considerados sinônimos.

Veja alguns exemplos para ilustrar o significado dessas palavras:

· A recepcionista é muito eficaz na hora de realizar as suas tarefas.

· Este é o melhor remédio, o mais eficaz, para o tratamento do seu problema de saúde.

· Aquele corretor de textos é mais eficiente, porque consegue realizar o mesmo trabalho que você, mas em menor tempo e com mais qualidade.

· A minha nova máquina de lavar pratos é mais eficiente do que a antiga porque consome menos energia.

Ambas as palavras são adjetivos chamados de uniformes, já que sempre se apresentam na mesma forma, seja no gênero feminino ou no gênero masculino.

Em uma instituição, os profissionais precisam a todo tempo ser eficientes, para que sejam gerados resultados expressivos e para que a empresa também possa atingir seus objetivos. Imagine a seguinte situação: está acontecendo em uma empresa um vazamento de água na sala da diretoria. Um funcionário corre atrás de pano, de um rodo e de um balde, com o objetivo de retirar a água da sala. Ele foi eficiente, já que realizou a tarefa da maneira correta e do modo como deveria ser feito. Um outro funcionário optou por tentar encontrar a origem do vazamento. Ao encontrar, percebeu que o que estava causando o problema era uma torneira aberta no banheiro ao lado da sala, e simplesmente a desligou, acabando de vez com o problema. Portanto, podemos dizer que este funcionário foi eficaz, já que solucionou o problema.

Eficácia X eficiência

Podemos definir como significado de eficiência realizar uma tarefa de maneira correta, sem que sejam cometidos muitos erros. Enquanto isso, eficácia se caracteriza por ser a realização de um trabalho que atinja o resultado desejado, concluindo dessa maneira o que foi proposto a fazer inicialmente. No mundo em que vivemos, globalizado, torna-se mais preparado e inserido no mercado, o indivíduo, funcionário e profissional que consegue diferenciar o real significado desses termos, bem como saber utilizá-las ou aproveitá-las quando for necessário. A concorrência está alta por isso, para que o indivíduo possa ocupar uma posição de destaque no mercado é necessário que ele desenvolva cada vez mais sua produtividade.

Ambas as palavras, apesar de serem parecidas, são consideradas normais. Portanto, no campo da administração moderna, eficácia e eficiência vêm ganhando primordial destaque em ações das instituições. Assim, elas não se encontram direcionadas exclusivamente apenas nas atitudes dos funcionários, no que diz respeito as funções da empresa, mas também da produção, da organização e da companhia em questão, a fim de garantir a perpetuação do seu nome no mercado na qual atua.

A eficácia e a eficiência são grandes aliadas no que diz respeito a uma organização, já que o ideal é que as duas formas de agir sejam aliadas, tanto dos funcionários e profissionais, que fazem com que a empresa se mantenha em movimento, quanto a própria empresa, na qual é necessário que o seu trabalho seja garantido, possuindo assim no quesito atuação, uma visão privilegiada.