Tempo Passado e Tempo Futuro; Passado Perfeito e Imperfeito


Tempo Passado e Tempo Futuro

Os verbos são parte das orações que indicam uma ação, um estado, um fenômeno da natureza, uma ocorrência ou um desejo.
Eles se caracterizam por possuírem um tempo, isto é, esses processos indicados acima podem ocorrer no passado, no presente ou no futuro.

Tempo passado e tempo futuro

O que diferencia o tempo passado do tempo futuro é que cada um ocorre em um momento diferente da fala. Os tempos verbais no passado ocorrem anteriormente à fala. Já os tempos verbais no futuro vão indicar ocorrências que ainda aconteceram.

Vale destacar que os tempos verbais que indicam passado, na gramática, são chamados de pretérito. Destacaremos, a seguir, a diferença entre pretérito perfeito e pretérito imperfeito.

Passado perfeito

Perfeito significa, do ponto de vista literal, algo feito do início ao final, ou seja, algo completo. Portanto, o passado perfeito é uma ação que foi realizada do início ao final. Quando usamos um verbo no pretérito perfeito, damos a ideia de que essa ação é uma ação já completa.

Exemplo:

Eu cantei uma linda música no recital.

Percebe-se que a ação de cantar foi feita do início ao final. Ele é completa, perfeita.

Passado imperfeito

Imperfeito já é algo que não foi realizado do início ao final, é, portanto, incompleto. Usamos verbos no tempo verbal imperfeito para nos referir a ações ainda não acabadas no passado.

Exemplo:

Eu cantava no coral da escola.

O verbo no tempo imperfeito nos dá ideia de que a ação de cantar parou de acontecer, é incompleta. E, ainda, se refere a algo que, por ventura, não aconteceria mais.

Outro exemplo:

Eu ajudava nas contas da casa.

Novamente, uma ideia no passado que dá impressão de algo que não acontece mais.

Outra dica é que verbos no imperfeito são ideia de uma ação contínua e não ininterrupta como os verbos no tempo perfeito:

Eu amava as brincadeiras da minha infância.