Isomeria Plana, Geométrica, Espacial e Óptica

Isomeria

Isomeria é o nome dado ao fenômeno na química em que dois ou mais compostos apresentam a mesma fórmula molecular, mas possuem estruturas, propriedades e nomes diferentes. A palavra é uma derivação de dois radicais gregos: iso (igual) e meros (partes).

Basicamente, existem quatro tipos de isomeria: plana (ou constitucional) e espacial (ou configuracional). Ambas possuem divisões dentro de suas classificações a fim de organizar características próprias.

Isomeria plana
A isomeria plana se caracteriza pela diferenciação nas fórmulas estruturais planas das moléculas.

– Isomeria de cadeia: possuem a mesma função química, mas suas cadeias carbônicas são diferentes.

– Isomeria de posição: diferenciam-se pela posição do grupo funcional, radical ou da insaturação.

– Isomeria de função: pertencem a funções diferentes. Os casos mais comuns são entre álcool e éter, ácido e éster, aldeído e cetona.

– Isomeria de compensação (metameria): apresentam função química igual e cadeias heterogêneas, mas a localização do heteroátomo nas cadeias é diferente.

– Isomeria dinâmica (tautomeria): é um caso particular de isomeria funcional. Além de pertencer a funções químicas diferentes, um dos isômeros é mais estável que o outro.

Isomeria Espacial
A isomeria espacial é caracterizada pelo fato de as moléculas terem a mesma fórmula molecular, mas se diferenciam em relação à fórmula espacial.

– Isomeria geométrica (cis-trans)
Para que um composto apresente isomeria geométrica, precisa ter duas características: uma dupla ligação carbono-carbono e ligantes diferentes a cada carbono da dupla ligação.
A diferença na fórmula espacial é o que determina a questão cis-trans. No isômero cis, os ligantes iguais se localizam no mesmo lado do plano da dupla ligação. No isômero trans, os ligantes iguais ficam em lados opostos.

– Isomeria óptica
Neste caso de isomeria espacial, os isômeros possuem a propriedade de desviar luz polarizada quando esta incide sobre o composto. Para isso, ele deve apresentar assimetria molecular, uma característica verificada em muitos casos pela presença do chamado carbono quiral – que apresenta quatro ligantes diferentes.