Propriedades Químicas do Alumínio, Cobre, Chumbo, Zinco e Mercúrio


Propriedades Químicas do Alumínio

O metal é um elemento químico com propriedades distintas de ionização e ligação. Por natureza, o grupo de elementos metálicos são condutores térmicos e elétricos, com grande habilidade em conduzir rapidamente calor e energia. Também é maleável e pode ser moldado em lâminas, sem rompam com a manipulação, com alta capacidade de voltar ao seu estado normal após ser esticado.

Seu brilho metálico, que indica a luz refletida em sua superfície, é outro ponto de diferenciação e cada um dos elementos listados como metais podem ter seu grau de brilho, elasticidade, maleabilidade e condução termoelétrica. Dessa forma, podemos diferenciar metais como o alumínio, cobre, chumbo, zinco e mercúrio, assim como suas melhores utilizações.

Propriedades dos elementos alumínio, cobre e chumbo

Extraído da bauxita, o alumínio é um produto criado após uma série de reações químicas. A bauxita é encontrada próxima a superfície de águas de rochas alcalinas, retirada por retroescavadeira e levada à fábrica em estado natural, mas sempre com o cuidado no terreno onde ela estava localizada para evitar contaminação.

O produto formado tem boa aparência, com forte impacto na luminosidade e comumente usados para carroceria de carros e superfície de eletrodomésticos. Além da beleza, é um dos materiais metálicos mais baratos e com melhor custo x benefício, já que possui alta maleabilidade e resistência a corrosões e fraturas, com alta proporção entre força e peso.

Tem uma média de três vezes maior condutividade térmica que o aço, sendo por isso muito propício ao uso em refrigeração e aquecimento. Por não ser tóxico, é amplamente usado em materiais culinários.

O cobre tem a mais alta condutividade elétrica dos metais, que se aproxima de sua qualidade térmica. É um dos mais versáteis elementos, capaz de uma vasta capacidade de aplicações já que possui resistência à corrosão, condutividade, ductilidade e usinagem.

Sua cor é diferenciada entre salmão rosa ao amarelo, mas pode ser alterada de acordo com as condições climáticas encontradas, o que o leva a ser usado amplamente em decoração e até joias.

Considerado um metal pesado, o chumbo é tóxico, macio, maleável e com baixa condução elétrica. Varia entre a cor branco em tons de azul ao ser cortado, mas sua cor mais comum é acinzentada quando é exposto ao oxigênio.
Muito conhecido e utilizado desde a Antiguidade, o chumbo é base para munição, baterias de aço, proteção de raios gamma e X, assim como na construção civil e materiais de solda. Mas ao entrar no organismo humano causa grave contaminação, o que estimula a reciclagem do chumbo e não o seu descarte na natureza.

Como são as propriedades do zinco e do mercúrio

Abundante em toda crosta terrestre, o zinco é benéfico para fins industriais e até biológicos. Ele é necessário em equilíbrio no organismo humano, já que sua ausência causa desnutrição e problemas graves no sistema imunológico e metabólico.

Metal fraco, com baixa resistência e tração, não é um elemento usado para fortalecer maquinários e objetos. É quebradiço, mas ainda assim possui ótima resistência a impactos. Bastante maleável e dúctil, não pode ser moldado com temperaturas elevadas demais para evitar que volte ao estado quebradiço. Sua condutividade é moderada e é bastante usado para galvanização.

No corpo ele age no crescimento celular e fundamental para que ocorram a mitose. Assim como importante também para a fertilização do indivíduo, ampliar o paladar, olfato, tato e visão.

Pertencente ao mesmo grupo do zinco na tabela periódica, o mercúrio é bastante conhecido e utilizado especialmente na química. Por ser o único cujo estado físico é líquido ao natural, também é utilizado desde a Antiguidade de onde surgiu seu nome como indicação de água e prata.

Sua cor é prateada, sendo um bom condutor de energia, com alta densidade, mas tem a mesma proporção de condução de calor. É muito usado como liga de metais como ouro e prata, já que facilmente se desprende de gases tóxicos.