Tipos de Reações Orgânicas (Mecanismos e Intermediários)


Tipos de Reações Orgânicas

Geralmente, as reações orgânicas na química, são mais vagarosas e complicadas de acontecer com relação às reações inorgânicas. Isto ocorre porque as reações da química orgânica são moleculares enquanto as inorgânicas contam com a formação de íons.

As reações entre moléculas somente ocorrem, se houver uma ruptura entre as ligações dos átomos das moléculas reagentes. É preciso que haja, ainda, logo em seguida, a união de químicas resultantes, que gerem novas ligações e, consequentemente, produtos desta nova reação química.

Dois produtos desta ruptura entre as moléculas reagentes e os átomos são a heterólise e a homólise.

A homólise (homo = igual; lise = quebra) é a quebra da ligação covalente, na qual ocorre a separação do mesmo par de elétron que a forma. Esta separação forma os radicais livres.

Os Radicais Livres são formados por grupos de átomos ou por átomos isolados que formam, por sua vez, elétrons esparsos.

Estes radicais livres influenciam a nossa vida de forma destrutiva, sendo responsáveis pela degradação do plástico ou do ranço da comida, quando sob a luz solar. Até mesmo, conforme alguns segmentos da ciência acreditam, o envelhecimento da pele tem a ver com a ação destes radicais livres.

A Heterólise (hetero = diferente; lise = quebra), por sua vez, é a quebra de uma ligação covalente. Nela, o par de elétrons que a forma permanece em um dos átomos, o que resulta na formação de um cátion e um ânion.

E quais são os tipos de reação?

REAÇÃO POR ADIÇÃO

Acontece sempre que um reagente é acrescido a uma molécula orgânica, sendo frequente em casos onde átomos são adicionados às ligações C-O, C = C e C = C.

REAÇÃO DE CONDENSAÇÃO

Acontece quando duas moléculas se juntam e formam uma única molécula. Um exemplo disso é o aldol (aldeído-alcool), que resulta em duas moléculas de aldeído.