Recursos argumentativos: Argumento de autoridade, de provas concretas, de consenso e de competência linguística


Recursos argumentativos

Os argumentos são manifestações linguísticas muito importantes na construção de enunciados, pois permitem que o receptor chegue a uma conclusão defendida por meio da argumentação.

Para isso, são utilizados os recursos argumentativos, que fazem com que os argumentos tenham maior efetividade em um enunciado. Confira, a seguir, quais são estes recursos argumentativos:

Argumento de autoridade

O argumento de autoridade é um tipo de argumento no qual é inserida a fala de algum especialista naquilo a que se propõe o tema exposto, de forma a ter a credibilidade de uma autoridade neste assunto.

– Argumento de provas concretas

Os argumentos de provas concretas são aqueles que trazem consigo a documentação de fatos irrefutáveis que comprovem aquilo que é transmitido por meio do enunciado, de forma a não se ter dúvidas sobre a sua veracidade. De maneira geral, os textos jornalísticos são os que mais fazem uso dos argumentos de provas concretas.

– Argumento de consenso

O argumento de consenso é um tipo de argumento que não é acompanhado por fatos ou por opiniões de especialistas, pois são aqueles aceitos sem qualquer tipo de contestação. Isto acontece quando um determinado grupo sociocultural compartilha das mesmas ideias.

Um exemplo de argumento de consenso pode ser observado na frase “A educação necessita de investimentos”, na qual este enunciado será aceito pela população sem a necessidade de comprovações, sendo assim uma ideia aceita facilmente por todos.

– Argumentação de competência linguística

A argumentação de competência linguística é aquela na qual o enunciado faz uso de uma linguagem adequada ao público que irá receber esta informação, de forma que sua compreensão seja muito mais fácil.

– Argumentação lógica

A argumentação lógica se baseia no raciocínio lógico para que um enunciado possa ser compreendido e todas as informações interligadas por meio desta associação feita pelo interlocutor.