Conceito de Estado Moderno em Marx e Weber


Conceito de Estado Moderno
O estado é um dos principais temas de estudo de matérias como sociologia e ciência política. Em todo caso, entendemos que esta instituição social desempenha inúmeras funções, unindo esforços em nome da coesão nacional. Para que exista, ela necessita de um território habitado por uma população sobre o qual exercerá o seu poder. Cabe salientar que neste estudo algumas abordagens se destacaram ao longo da história. Entenda no artigo que se segue o conceito de Estado Moderno em Marx e Weber, principais teóricos desta questão.

Como é trabalhado o conceito de Estado Moderno em Marx e Weber

• Weber

A perspectiva weberiana enxerga no Estado Moderno um instrumento legítimo de dominação e poder. Sendo assim, este regime detém o monopólio legitimado para a dominação legal e o uso da força física. Weber aponta ainda que ele é fruto do desenvolvimento do capitalismo ocidental. Pois é justamente a complexidade desta nova organização sócio-econômica que demanda uma administração de cunho racionalista e burocrático.

O último termo deve se entender apenas como um conjunto de regras e hierarquias que ajudam no funcionamento estatal. Deste modo é possível sustentar a estrutura social, fazendo a manutenção do poder e controle da população. Não por acaso o autor diz que o Estado é uma relação de dominação de homens sobre homens. Uma relação a ser sustentada justamente pelo uso legítimo de força e coerção.

• Marx

Em sua grande maioria as teorias de Karl Marx foram criadas em parceria com Friedrich Engels. Seu entendimento conjunto é de que o estado não representa toda a sociedade, pois ele é classista. Por conta disso é privilegiada a classe dominante. Inclusive será ela que determinará a estrutura do estado e não o contrário.

Os instrumentos de regulação presentes no regime, sejam estes jurídicos, policiais ou militares, visam apenas defender os interesses dominantes. A diferença para outras teorias é que neste caso depreende-se que o estado também usa um aparato ideológico na dominação. Ou seja, há o controle de corpos e ideias dos indivíduos segundo a teoria marxista. Com isto estabelecemos os elementos principais a se levar em conta no conceito de Estado Moderno em Marx e Weber.