Resumo Dia Mundial da Paz


O Dia Mundial da Paz é celebrado anualmente em 1º de janeiro. A criação da data tem vínculo direto com o catolicismo. A seguir neste artigo confira maiores informações sobre o Dia Mundial da Paz, a história por trás de seu surgimento e algumas curiosidades.

Resumo Dia Mundial da Paz

Como surgiu o Dia Mundial da Paz

É de senso comum o fato de que a paz deveria, ao menos, ser celebrada todos os dias. E é exatamente no sentido de fazer com que todos os dias sejam de paz que a data escolhida para celebrar é no dia 1 de janeiro, o primeiro de cada novo ano.

Mas afinal, o que será a paz?

A paz consiste em um sentimento de harmonia com tudo e todos, o que reflete diretamente na sensação de tranquilidade e ausência de violência. Além disso, a paz também pode ser caracterizada como um estado de quietude de um local, sem movimentos, barulhos e agitação.

Há dois mil anos, quem estabeleceu o dia mundial da paz no começo do ano foram os povos babilônicos. Porém, neste período, o início do ano era comemorado apenas em março – como forma de agradecer a volta da primavera para o lado Norte do hemisfério. Esse período era conhecido como “reinício da vida”, uma vez que durante a primavera eles voltavam a plantar e cultivar alimentos.

Quem verdadeiramente estabeleceu o dia 1º de janeiro como o primeiro do ano (ou seja, como data para o Ano Novo) foram os povos romanos. A mudança foi estabelecida em calendário gregoriano no ano de 1582. Automaticamente, o dia mundial da paz passou a ser esse. Porém, foi apenas em 1967 que o Papa Paulo VI instituiu a data como Dia Mundial da Paz. Sendo assim, a primeira vez que ela foi comemorada foi no ano de 1968.

O ano de 1968, inclusive, foi um ano extremamente violento ao redor do mundo – principalmente por conta da Guerra do Vietnã. Outras guerras também ocorreram neste mesmo século, sendo esses episódios responsáveis pela morte de milhares e milhares de indivíduos em âmbito global.

Foi a partir de então que o Papa estabeleceu que, anualmente, um assunto específico deveria ser lembrado nesta data. O seu objetivo era fazer com que as pessoas se tornassem mais humanas, mais interessadas no bem de todos e na paz entre os povos.

Até hoje 48 temas já foram abordados de 1968 para cá. Entre eles, direitos humanos, solidariedade, pobreza, educação, conflitos mundiais, perdão, infância e adolescência já foram alguns dos assuntos relacionados à paz neste dia.

Temas abordados no Dia Mundial da Paz e curiosidades

Como já falamos anteriormente, quase 50 diferentes temas já foram abordados no Dia Mundial da Paz de 1968 para cá.

A seguir, confira quais foram esses temas do ano 2000 em diante:

  • 2000: Paz na terra para os homens amados por Deus;
  • 2001: Melhor relacionamento entre as diferentes culturas mundiais – em busca de paz e amor;
  • 2002: A relação entre justiça, paz e perdão;
  • 2003: Paz na terra – um compromisso que deve ser permanente;
  • 2004: Educação para a paz;
  • 2005: Vença o mal sendo do bem;
  • 2006: A relação entre a verdade e a paz;
  • 2007: A importância de ser uma pessoa mais humanizada para abrir caminhos para a paz;
  • 2008: A comunidade de paz entre as famílias;
  • 2009: A construção da paz por meio do combate à pobreza;
  • 2010: A importância da preservação da criação para o cultivo da paz mundial;
  • 2011: Em busca do caminho para a paz por meio da liberdade religiosa;
  • 2012: A importância de educar os jovens para a paz e para a Justiça;
  • 2013: Construtores da paz devem ser decididos e bem-aventurados;
  • 2014: Fundamentos, caminhos e fraternidade em busca da paz;
  • 2015: Mais irmãos e menos escravos.

Há cerca de vinte e cinco anos outra data foi estabelecida em comemoração à paz: o Dia Internacional da Paz, celebrado em 21 de setembro.

Nesta data nenhum ato de violência deve ser praticado. Em meio a guerras, por exemplo, neste dia há a ocorrência de um ‘cessar-fogo’. É claro que, o ideal seria que todos os dias fossem o Dia Internacional da Paz, não é mesmo?

O objetivo da ONU (Organização das Nações Unidas) com a criação da data é não só fazer com que as pessoas pensem sobre a importância da paz, mas que também, pratiquem atos (mesmo que pequenos) a favor da mesma.

Diante deste artigo, pense: o que você está fazendo para favorecer a paz mundial? Lembre-se que pequenos atos estimulam pequenos atos – o que faz com que eles acabem se tornando grandiosos.

Outra curiosidade interessante é que muitos acreditam que o dia 1º de Janeiro é feriado em âmbito nacional por ser o primeiro dia do ano – quando na verdade, é por conta do Dia mundial da Paz.