Surgimento da Sociologia: do Século XVII Pará o Século XIX


Surgimento da Sociologia

A Sociologia é uma ciência surgida a partir das reflexões acerca de como alguns fatos ocorridos nos séculos XVII e XVIII modificaram a sociedade, gerando características sociais que podem ser vistas até hoje. Estes fatos são:

-A Revolução Inglesa, no século XVII;

-A Revolução Industrial, no século XVIII;

-A Revolução Francesa, no século XVIII;

Vejamos, então, como os fatos mencionados foram alterando a sociedade.

Revolução Industrial

Foi acontecendo a partir da segunda metade do século XVIII, na Inglaterra:

-Ao empregarem máquinas na produção, os burgueses fizeram os modos de produção antigos se tornarem obsoletos;

-Muitos trabalhadores sentiram que não podiam competir com isso, e emigraram do campo para as cidades;

-O trabalho passou a ser a dedicação exclusiva a uma tarefa numa fábrica, na qual passavam o dia inteiro, sendo controlados pelo relógio e pela tirania do “capitão do trabalho”;

-Cada um recebia conforme o que tinha produzido.

No entanto, esse êxodo rural em massa também provocou a quebra das raízes familiares e culturais de muitas pessoas, que já não tinham esses remédios para mitigar a exploração que sofriam trabalhando nas fábricas. Isso foi causando, além de revoltas populares por direitos trabalhistas, sentimentos de medo, insegurança, depressão, descrença e desespero.

Revolução Francesa

No século XVII, a Revolução Inglesa já havia mostrado que origem da autoridade do rei é o povo reconhecê-la como legítima, pondo em xeque a noção antiga da divindade. O Parlamento inglês destituiu monarcas, condenou um à morte e subordinou o trono a quem se submetesse à Constituição, ou seja, aceitasse ter os poderes limitados pelo Parlamento.

A Revolução Francesa foi além de condenar seus monarcas à morte: proclamou uma Constituição dizendo que todos eram cidadãos iguais perante a lei e retirou privilégios judiciários e de posse da nobreza e do clero, nacionalizando estes bens. Uma das consequências das guerras em que a França entrou contra outras monarquias absolutistas foi o aumento da violência com que foram silenciados opositores da Revolução.

Todo este radicalismo foi temido durante muito tempo, o que fez com que pensadores como Marx, Engels, Alexis de Tocqueville, Auguste Comte, Herbert Spencer, Émile Durkheim e muitos outros procurassem entender o que mantém a sociedade coesa, para evitar que eventos como este se repetissem, e assim iniciassem estudos que deram origem à Sociologia.Como disciplina, a Sociologia só conquistou o status de ciência e de matéria universitária no final do século XIX, com Durkheim, que determinou seu objeto de estudo: os fatos sociais, isto é, as regras que a sociedade se impõe.